Conecte-se conosco

Notícias

Diretor do Flamengo confirma falta de alvará e culpa chuva por tragédia

Publicado

em

O CEO do Flamengo, Reinaldo Belotti se pronunciou neste sábado (9), na sede do clube na Zona Sul do Rio de Janeiro, e confirmou que o Ninho do Urubu ainda não tinha o alvará de funcionamento. Mas o alojamento que pegou fogo na última sexta-feira tinha autorização do Conselho Nacional da Criança e Adolescente.

“Temos providências a tomar para que o CT seja legalizado. Precisávamos de nove certificados e temos oito. Estávamos trabalhando com os bombeiros para finalizar este processo. O alojamento foi aprovado pelo conselho da criança e do adolescente, que nos deu certificado. A Ferj, Federação de Futebol do Rio de Janeiro, e a CBF, Confederação Brasileira de Futebol, nos deram certificado de formadores”, afirmou Belotti, que também é o coordenador do Grupo de Gerenciamento de Crise criado pelo clube.

Diretor do Flamengo confirma falta de alvará e culpa chuva por tragédia

O dirigente confirmou que o sistema de ar condicionado do CT tinha passado por manutenção e disse que as fortes chuvas que caíram no Rio de Janeiro na última quinta-feira seriam as responsáveis pela tragédia.

“Preventivamente fizemos a manutenção no ar condicionado, e isso está registrado. Mas houve quase um furacão aqui no Rio. A região foi atingida e aconteceram vários picos de energia. A suposição é de que os picos de energia influenciaram no funcionamento e ocasionou o incêndio”, explicou.

De acordo com Reinaldo, a ausência de alvará e as multas que o clube recebeu da prefeitura do Rio de Janeiro não têm ligação com o incêndio.

Puxadinho

O coordenador do grupo de crise defendeu que o alojamento que pegou fogo e causou a morte de 10 pessoas não é um ‘puxadinho’ como vem sendo chamado. Era um container que funcionava desde 2011.

“Por esses alojamentos passaram vários times e jogadores como Ronaldinho e Vagner Love. Foi utilizado até pela seleção olímpica do Brasil”.

Apoio às famílias

O Flamengo levou para o Rio de Janeiro todas as famílias das dez vítimas fatais e dos três jogadores feridos no incêndio. Reinaldo Belotti afirmou que todos estão com apoio psicológico e os três sobreviventes têm um médico do clube à disposição no Hospital Vitória, onde estão internados.

Os outros jogadores da base também estão sendo acompanhados pelo clube. “Os atletas que estavam lá e não tiveram ferimentos, mandamos para suas casas e colocamos um representante do clube com cada atleta. Mantemos diariamente contato com eles, via psicólogos. Ideia é que não sofram consequências”, justificou Belotti.

O dirigente só fez o pronunciamento e não quis responder a nenhuma pergunta dos jornalistas.

Fonte: R7

Veja Também

Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias da Semana